Prospecção por e-mail funciona? Sim!

Há quem acredite que a prospecção de clientes ocorra somente por telefonemas e visitas, certo? Se você também pensa assim, saiba que a prospecção por e-mail também funciona e muito!

Já aconteceu de você receber um e-mail com um título e conteúdo incrível que realmente eram interessantes para você? Provavelmente, sim. Pois, isso acontece porque o envio assertivo de e-mail  é uma maneira poderosa de gerar novas oportunidades de negócio.

Você pode explorar a prospecção por e-mail para alcançar seu público alvo. Ou seja, basta seu time de Pré-Vendas fazer algumas conexões todos os dias através de contatos feitos por cold email.

Se a área comercial da sua empresa ainda não utiliza essa forma para prospectar, saiba que ela pode estar perdendo grandes chances de fechar negócios. Todavia, se a sua empresa já faz prospecção por e-mail mas não colhe bons resultados, pode ser que esteja fazendo de um jeito errado.

Para saber mais como a prospecção por e-mail funciona, continue a leitura e tenha novos insights sobre o assunto. 

Porque você deve mudar sua estratégia de prospecção por e-mail

Antes a dinâmica da prospecção por e-mail era o envio em massa com informações genéricas mas que funcionavam de alguma forma. 

Hoje em dia, com o aumento da concorrência fazendo uso de estratégia parecida e um formato cada vez mais personalizado e complexo, novos desafios foram aparecendo. 

Dicas de como montar seu e-mail

Para você entender melhor como funciona essa nova dinâmica de modelo de prospecção por e-mail, separamos algumas dicas: 

  • E-mail super personalizado

E-mails impessoais e com mensagens iguais para todo mundo não são mais bem vistos. Portanto, definir suas personas por modelo de e-mail é o ideal. 

A comunicação de cada email deve ser bem específica e personalizada. Mas, é claro que se torna impossível escrever um e-mail bem diferente para cada cliente. Então a sugestão é criar um modelo único porém customizar as partes mais importantes com necessidades e objetivos pessoais do seu lead.

  • Informação consultiva 

Nesse momento, o prospect não está interessado em saber de você nem da sua oferta. Aliás, ele quer saber se a sua solução vai resolver a dor dele e é isso que você pode explorar na prospecção por e-mail. 

Seja consultivo e explique como você pode ajudá-lo e dê exemplos. No caso de empresas B2B, mostre como outras empresas do mesmo segmento conquistaram bons resultados fazendo uso do seu produto ou serviço.

  • Prospecção com agregação de valor

Como esse é o primeiro contato entre sua empresa e um potencial cliente, demonstre que você estudou sobre o negócio dele. Só para exemplificar, coloque no e-mail alguma informação que agregue valor às necessidades que ele já demonstrou.

  • Linguagem correta

A linguagem utilizada no e-mail é muito importante. Saber interagir com a entonação e abordagem correta é essencial para prender a atenção do prospect e se comunicar com ele.

  • Formatos adequados

Procure elaborar seus e-mails em formatos que possam ser facilmente lidos e respondidos. Além de abertura em desktops, seus e-mails devem estar no formato  onde possam ser vistos também através de dispositivos móveis. Afinal, grande parte do público faz uso de celulares e tablets para checar e-mails. 

  • Informação clara e objetiva 

O primeiro contato por e-mail deve ser claro e objetivo. Ou seja, o e-mail não deve ser muito grande e cheio de informações que possam deixar o lead cheio de dúvidas.  A princípio, faça poucas perguntas e deixe claro que você pode resolver pelo menos duas necessidades dele. 

Elaboração de fluxo de prospecção por e-mail

Agora que você já viu as dicas de como estruturar seu modelo de e-mail, chegou a hora de elaborar um fluxo de envio de e-mail. Acima de tudo, uma estratégia de prospecção por e-mail assertiva é formada por um certo número de tentativas de abordagens.

Se você enviou o primeiro e-mail mas não obteve resposta alguma, calma! Não desista ainda desse lead, afinal ele pode simplesmente não ter visto seu e-mail ou não ter tido tempo de entrar em contato. Logo que, se você desistir dele, pode perder uma grande oportunidade de manter contato com um potencial cliente.

Desse modo, o seu fluxo de envio de e-mails deve seguir uma lógica de acordo com o conteúdo e tempo de envio. 

Uma campanha de prospecção por e-mail ideal deve incluir entre 7 e 8 tentativas. Geralmente, um terço das respostas positivas chegam depois de enviar o sexto e-mail.

Existe uma boa estratégia ao enviar o último e-mail. Uma vez que, ele não tenha interesse em responder esta última mensagem, deixará de ser prospectado.

Outro fator importante para a prospecção por e-mail é a questão do horário do envio. Geralmente, os horários de início e fim de dia são os mais utilizados para abrir e responder e-mails. No entanto, se você precisar enviar algum e-mail no fim de semana, saiba que esses dias tem uma alta taxa de resposta.

Saiba se sua prospecção por e-mail está funcionando

Pode ser que sua primeira campanha de prospecção por e-mail não dê tanto retorno. Mas, para você poder medir qual é o modelo e fluxo ideal, é necessário acompanhar a efetividade de cada um e fazer os ajustes necessários.

Seja como for, faça muitos testes e análises. Por isso,  preste atenção em todas as variáveis, como título, texto, entre outros. Para saber onde está acertando e errando, teste uma variável por vez e acompanhe as métricas. 

Conheça as métricas mais utilizadas

Abertura – Primeiramente, essa é uma das métricas mais importantes, afinal se o prospect abriu seu e-mail, há grandes chances dele ler o conteúdo. Uma taxa de abertura boa taxa fica entre 30-35%. Se você alcançou 50%, é sinal de que fez um ótimo trabalho! Se você obteve uma baixa taxa, reveja os títulos do e-mail e faça novos testes.

Resposta – Para essa métrica, uma boa porcentagem é de pelo menos 30% dos emails que foram abertos.  Para melhorar esses números, faça uma revisão do texto e faça mudanças nos CTAS. 

Conversão – Essa métrica corresponde aos e-mails que tiverem resposta positiva.  Uma campanha que alcança 50% do total de respostas é bastante assertiva, porém é possível conseguir uma taxa próxima de 100%. Se a sua taxa de conversão estiver baixa, reescreva o e-mail e melhore a exposição das vantagens que sua solução pode oferecer de forma mais fácil.  

Rejeição – Se sua campanha teve taxa de rejeição maior do que 3%, então tem algo errado. Entretanto, o ideal é que essa métrica fique sempre menor que 1%. Nesse caso, considere ver a qualidade da sua lista de e-mails, talvez os contatos contidos nela não tenham fit com a sua empresa ou solução oferecida.

Conclusão

Agora que você já sabe que a prospecção por e-mail funciona, que tal explorar mais essa estratégia para o seu negócio? 

Para continuar acompanhando nossos posts, basta acessar nosso Blog Nerus e ter acesso a artigos exclusivos!

Nós da Nerus Sales também podemos te ajudar a montar o seu time de prospecção e vendas. Clique aqui e fale com um de nossos especialistas.

About Nerus Sales